Tokenização de imóveis: conheça essa tendência do mercado imobiliário

Conteúdo MKOM

Conteúdo MKOM

O mercado imobiliário é beneficiado por uma série de inovações tecnológicas, incluindo o recurso da tokenização de imóveis.

Essa tecnologia é bastante recente e surgiu por meio dos famosos NFTs, os “non-fungible-tokens”, que trazem consigo uma nova lógica para a comercialização de diversos bens.

Trata-se de uma inovação importante, que ainda apresenta desafios em sua expansão no mercado, mas que pode trazer uma série de benefícios para os consumidores e também para as empresas do setor.

Continue a leitura e entenda o que é a tokenização de imóveis, como ela funciona e quais benefícios ela pode proporcionar!

O que é tokenização de imóveis?

A tokenização de imóveis é um processo que permite introduzir no setor imobiliário a tecnologia de blockchain, um registro público e imutável de transações, que tornam essas operações mais transparentes e seguras.

Para isso, o imóvel físico é dividido em frações. Cada uma delas é representada por um token digital, que demarca a propriedade sobre essa determinada parte do bem comercializado.

O processo se inicia com a seleção do imóvel, que passa por uma avaliação para que sejam determinados o seu valor e a quantidade de tokens que serão emitidos a partir dele.

Quando cada um deles for emitido, os compradores poderão adquirir as frações pelas quais tiverem interesse, utilizando moedas digitais, como Bitcoin ou Ethereum.

Benefícios que o token traz para o mercado imobiliário

A tecnologia já trouxe uma série de vantagens para o mercado imobiliário, desde a otimização de processos até a utilização da realidade virtual para a exibição dos imóveis.

No caso dos tokens, há um novo conjunto de benefícios que pode ser explorado pelas imobiliárias e até mesmo pelo seu público consumidor.

Um primeiro ponto bastante importante é a democratização do acesso a esse mercado, que é caracterizado pela comercialização de bens com altos valores, os quais nem sempre estão ao alcance das pessoas interessadas.

Com a tokenização de imóveis, é possível adquirir frações, o que significa que o custo envolvido será mais baixo e atrairá mais clientes.

Outro benefício é a transparência garantida pela blockchain, uma vez que os registros são imutáveis e à prova de fraudes.

Por fim, vale lembrar que esse processo também garante a abertura do mercado aos investidores internacionais, o que pode ser uma grande vantagem para as empresas do setor imobiliário.

Para conhecer outras ferramentas tecnológicas inovadoras do setor imobiliário, confira também o nosso post sobre a revolução do atendimento com os chatbots!

Desafios e perspectivas para implementar a tokenização de imóveis 

Em qualquer setor, a entrada de uma tecnologia inovadora pode, ao mesmo tempo, trazer consigo benefícios e desafios.

No caso da tokenização de imóveis, um dos pontos que devem ser considerados conforme o recurso é introduzido no setor imobiliário é a questão da regulamentação, que pode variar bastante de um país para outro, havendo ainda poucas determinações a respeito do assunto.

Além disso, também é importante lembrar que essa é uma tecnologia inovadora e, portanto, é preciso investir na educação do mercado a respeito desse assunto.

Isso envolve tanto a educação das próprias empresas quanto a do seu público consumidor, que deve receber informações precisas sobre o recurso.

Para ajudar você a acompanhar as transformações digitais, a MKOM conta com diferentes ferramentas de comunicação e atendimento. Acesse o nosso site e conheça as soluções MKOM para imobiliárias!

Sumário

Inscreva-se na Newsletter

Compartilhe em sua rede:

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Comentários