Como evitar cair em golpes no WhatsApp?

Conteúdo MKOM

Conteúdo MKOM

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar sobre os golpes no WhatsApp, fraudes que podem roubar os seus dados, dinheiro e até mesmo invadir a conta dos usuários.

A cada dia que passa está mais comum ver notícias sobre golpes e crimes cibernéticos, onde o WhatsApp é um dos canais mais escolhidos pelos criminosos, seja pela facilidade de enganar as pessoas como também de se safar.

Existe uma grande variedade de fraudes, que podem envolver desde empresas falsas que enviam boletos até criminosos que se passam por parentes solicitando valores.

Até mesmo quem já usa o app por anos pode ser vítima desse tipo de problema, já que alguns golpes são muito bem elaborados e, por uma pequena falta de atenção, você pode perder dinheiro, dados e até mesmo a sua conta no aplicativo de mensagens.

Infelizmente, mesmo que os esforços dos donos do app sejam constantes para evitar esses golpes, nenhuma pessoa está imune de passar por uma situação dessas, de forma que é fundamental conhecer os principais golpes e saber o que fazer para não ser uma vítima.

Mesmo que você tenha poucos contatos, raramente fala com estranhos ou já conhece a maioria das fraudes, aproveite para ler esse conteúdo e se atualizar, bem como usá-lo de alerta e enviá-lo para pessoas especiais para você.

Continue a leitura e conheça os tipos de golpes no WhatsApp e o que fazer para não virar mais um nas estatísticas crescentes dessas fraudes que podem trazer prejuízos inestimáveis. 

Tipos de golpes no WhatsApp

Veja a seguir os golpes mais realizados atualmente no WhatsApp, que por sua vez são responsáveis por milhares de reais em danos e mais de 450 mil contas clonadas.

Empresa falsa

O golpe do contato falso, que pode ser tanto de conhecidos da vítima quanto de empresas, é um dos mais comuns e infelizmente faz muitas vítimas todos os dias.

Esse golpe envolve a realização de uma conta com informações falsas, como nome e foto de uma empresa ou pessoa conhecida, onde o criminoso irá solicitar dinheiro ou enviar um boleto bastante semelhante com um original, onde o dinheiro irá para a conta dele.

Não é raro encontrar golpes onde o criminoso se passa por um familiar, falando que trocou de número ou que foi roubado recentemente, solicitando valores para pagar contas ou qualquer outra desculpa criada na hora.

A dica aqui é entrar em contato com a empresa ou a pessoa pelo contato que você já tinha por meio de ligação telefônica e confirmar que aquele contato é falso. Depois, bloqueie o remetente e denuncie a conta para o aplicativo.

Código de segurança

Esse é um golpe que engana muitas pessoas, justamente pela sua mecânica.

Um golpista irá entrar em contato, geralmente por ligação, e irá dizer que determinada vantagem ou resolução de um problema só será disponível após a vítima informar o número que recebeu por SMS, geralmente se passando por uma empresa.

O golpe é justamente esse: o criminoso do outro lado da linha está com um celular tentando clonar o seu WhatsApp e para isso, ele precisa do código de segurança enviado pelo app para poder passar todos os seus dados para o celular dele.

Caso a vítima não preste atenção no título do SMS, que geralmente diz algo sobre autenticação de dois fatores, irá passar o número e perder a sua conta para sempre.

Com a conta logada no celular do criminoso, ele poderá se passar por você, roubar dados bancários de conversas com familiares e até mesmo dar golpe em outras pessoas próximas.

A dica é nunca passar qualquer código para alguém, já que essa prática não existe em empresas e lojas confiáveis.

PIX

O golpe do PIX pode ser realizado junto com os demais que citamos acima, como um “complemento”. Esse tipo de transferência que pode ser feita rapidamente e sem custos está sendo usada e muito pelos bandidos como forma de roubar dinheiro.

Seja se passando por uma empresa, conhecido ou até mesmo atendentes de um banco, solicitam determinado valor em PIX para a vítima, que sem verificar o remetente, acaba passando o valor, que será perdido.

Assim como nos outros golpes, sempre confirme a veracidade das mensagens com os remetentes que eles dizem ser, por meio de ligação telefônica.

Como evitar cair em golpes?

Principalmente em época de Black Friday, a sua atenção deve ser redobrada quando o assunto é sobre golpes no WhatsApp.

Suspeite de links que surgem e direcionam para sites com descontos muito acima da média, bem como opções de pagamento apenas em PIX ou boleto, assim como boletos, pedidos de PIX e qualquer outra ação, como o seu código de segurança do SMS.

Lembre-se que todas as empresas e bancos jamais entrarão em contato pedindo qualquer tipo de pagamento exclusivamente pelo PIX.

Outra dica importante é sempre verificar o remetente das suas mensagens. Na dúvida, ligue no telefone do seu conhecido e pergunte sobre a tal questão.

Ah, nunca acredite em pedidos de códigos, sejam eles quais forem, principalmente por alguém que diz que esse número é fundamental para o atendimento.

Aproveite para continuar por dentro desse universo e leia também sobre os erros mais comuns cometidos por empresas no WhatsApp.

Sumário

Inscreva-se na Newsletter

Compartilhe em sua rede:

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Comentários